Gestão da saúde

A gestão da saúde atua na otimização operacional-financeira em hospitais, centros de medicina diagnóstica e operadoras de saúde, visando aumentar, de forma sustentável, a qualidade, a eficácia e a eficiência da logística assistencial, bem como a qualidade do atendimento e a satisfação dos pacientes e/ou beneficiários, gerando o máximo valor para o negócio e seus acionistas.

Case: Racionalização e dimensionamento de recursos da Saúde

Desenvolvimento e implementação do modelo de simulação para definir a melhor opção de dotação de recursos conforme a demanda e processos de uma rede de Hospitais.



Resultados e Benefícios


RACIONALIZAÇÃO DO USO DE RECURSOS – FAZER MAIS COM MENOS

  • Melhor capacidade de planejar e utilizar os recursos atuais (humanos, equipamentos, insumos, instalações) disponíveis

IDENTIFICAR E INVESTIR MELHOR NOS RECURSOS PARA SUPORTAR CRESCIMENTO
  • Melhor capacidade para planejar necessidade de recursos para suportar crescimento da demanda e/ou novos processos de atendimento

REDUÇÃO DO RISCO DE TOMADA DE DECISÃO DE INVESTIMENTO ERRADA
  • Minimização do risco de causar impactos negativos na operação (na cadeia logística de processos de atendimento, na segurança dos pacientes) e nas finanças da empresa devido a erros ou falhas no planejamento.

APRIMORAMENTO DA QUALIDADE OPERACIONAL
  • Geração de valor para empresa e/ou acionista, devido ao aprimoramento da qualidade e do desempenho operacional e financeiro.
  • Aumento da qualidade e da eficiência do atendimento prestado e da satisfação dos clientes.

SEGURANÇA E BAIXO CUSTO
  • Por se tratarem de decisões obtidas a partir de um sistema de simulação computacional, a otimização do modelo ocorre de forma extremamente segura e com baixo custo (financeiro e operacional).